• Giovana Veiga

[PT-EN] Aplicação do Scrum em Equipes de Competição

Updated: Aug 6

Por definição, Scrum é um framework para desenvolver, entregar e manter produtos complexos, dentro do qual pessoas podem tratar e resolver problemas complexos e adaptativos, enquanto produtiva e criativamente entregam produtos com o mais alto valor possível, podendo empregar vários processos ou técnicas.


Esquema de funcionamento do Scrum.

Dentro dessa metodologia, existem os sprints. O sprint é um prazo de tempo pré-determinado, dentro do qual as tarefas devem ser cumpridas, sendo elas ordenadas de acordo com seu nível de dificuldade ou prioridades, podendo ser usada a sequência de Fibonacci para isso.


Na adaptação do Scrum para a Equipe de Competição, não podemos esquecer dos três pilares necessários para a sua implementação: transparência, inspeção e adaptação. Para isso, utilizamos o Trello como um artefato do scrum, o product Backlog, podendo ocorrer mudanças constantes ao longo do processo.

Página do Trello da UFRJ Nautilus.

No contexto da UFRJ Nautilus, fizemos alterações para cada área da equipe, funcionando do seguinte modo:


Eletrônica: Duas vezes na semana, os membros são perguntados sobre o andamento das tarefas individuais, além da reunião de área semanal, na qual são passadas as tarefas a serem realizadas e relatar possíveis problemas, que são discutidos em grupo. Somado a isso, caso persista alguma dificuldade, a coordenação organiza mais reuniões de forma a ajudar a sanar o problema, sendo essas muitas vezes com membros antigos que possuem maior experiência.

Gestão e Marketing: Durante a semana, em cada área são feitas duas reuniões com seus respectivos membros. Nelas, são feitas o planejamento de atividades, visando colaborar para a imagem da equipe e seu gerenciamento, tanto interno, para os membros, quanto externamente, para patrocinadores, professores e alunos, sendo os membros de gestão responsáveis por facilitar a comunicação entre as demais áreas, relatando em suas reuniões as atualizações relevantes sobre o progresso da equipe.


Hidromec: Nesta área realizam 3 reuniões semanais, sendo duas destas divididas entre suas subáreas a fim de fazer inspeção dos trabalhos com maior detalhamento e poder implementar melhorias e fazer adaptações caso necessário, com o propósito de aumentar o rendimento, além da reunião com todos os membros para fazer uma retrospectiva do que aconteceu ao decorrer da semana.

Software: A cada dois dias, o coordenador verifica o checklist de tarefas preenchido pelos membros. Há uma reunião semanal, em que ocorre uma revisão do que foi feito e a divisão de tarefas futuras, levando em consideração possíveis atrasos e problemas encontrados, junto a um mutirão de trabalho onde os membros podem contar com o suporte, tanto motivacional, como um ambiente para apresentar dúvidas.


Paralelamente, estão sendo realizados 3 projetos dos atuadores do robô. Em cada um destes, há um scrum master, responsável por facilitar a comunicação, dividir tarefas, otimizar o tempo de trabalho e aperfeiçoar a eficiência e a eficácia do time como um todo, e um scrum master técnico, responsável por saber todo o funcionamento técnico e tirar dúvidas. Juntos auxiliam os times em seu autogerenciamento e interdisciplinaridade. E, dessa forma, seus mutirões contém membros de todas as áreas, gerando engajamento entre áreas distintas que juntas são capazes de entregar resultados.


Práticas do Scrum adaptadas para Equipe de Competição.

Assim, conseguimos adaptar o modelo tradicional de Scrum para uma equipe de competição, por meio de organização e planejamento como uma forma de nos adaptarmos a circunstância atual durante o período de quarentena, mantendo a equipe motivada e buscando trazer resultados nessa corrida tecnológica em que vivemos.


Escrito por Giovana Veiga e Wenya Li.


Scrum application in Competition Teams


By definition, Scrum is a framework for developing, delivering and maintaining complex products, within which people can treat and solve complex and adaptive problems, while productively and creatively delivering products with the highest possible value, and can employ various processes or techniques.



Within this methodology, there are sprints. The sprint is a predetermined period of time, within which tasks must be accomplished, being ordered according to their level of difficulty or priorities, and the Fibonacci sequence can be used for this.


In adapting Scrum to our Competition Team, we must not forget the three pillars necessary for its implementation: transparency, inspection and adaptation. For this, we use Trello as a scrum artifact, the product Backlog, and constant changes can occur throughout the process.


In the context of UFRJ Nautilus, we made changes to each area of ​​the team, working as follows:


Electronics: Twice a week, members are asked about the progress of individual tasks, in addition to the weekly area meeting, in which tasks are delegated and members can report possible problems, which are discussed in groups. In addition, if any difficulty persists, the coordination organizes more meetings in order to help solve the problem, often with former members who have more experience.


Management and Marketing: During the week, in each area, two meetings are held with their respective members. In them, activities are planned, aiming to collaborate for the image of the team and its management, both internally, for members, and externally, for sponsors, teachers and students, with management members responsible for facilitating communication between the others. areas, reporting relevant updates on team progress at their meetings.


Hidromec: In this area, they hold 3 weekly meetings, two of which are divided between their sub-areas in order to inspect the works in greater detail and to be able to make improvements and adaptations if necessary, with the purpose of increasing productivity, in addition to meeting with all members to look back at what happened over the week.


Software: Every two days, the coordinator checks the task list completed by the members. There is a weekly meeting, where there is a review of what has been done and the division of future tasks, taking into account possible delays and problems encountered, together with a “work meeting” where members can count on support, both motivational, as a environment to present doubts.


In parallel, 3 projects of the robot actuators are being carried out. In each of these, there is a scrum master, responsible for facilitating communication, dividing tasks, optimizing working time and improving the efficiency and effectiveness of the team as a whole, and a technical scrum master, responsible for knowing all technical functioning and answer questions. Together they assist teams in their self-management and interdisciplinarity. And, in this way, their joint efforts contain members from all areas, generating engagement between different areas that together are able to deliver results.

hus, it is possible to adapt the traditional scrum model for a competition team, through organization and planning, as a form of adaptation or current circumstance during the quarantine period, keeping the team motivated and seeking results in this technological race in which we live in.

Written by Giovana Veiga and Wenya Li.